MRI Laxity Assessment

MRI Laxity Assessment

MRI Laxity Assessment

Hélder Pereira , Sérgio Gomes, José Carlos Vasconcelos, Laura Soares, Rogério Pereira, Joaquim Miguel Oliveira, Rui L. Reis, Joao Espregueira-Mendes

Abstract

A laxidade do joelho, por definição, é uma condição dinâmica e multifatorial. A avaliação por ressonância magnética (MRI), devido à sua capacidade conhecida de se obter um elevado contraste nos tecidos moles (por exemplo, menisco, sinóvia, ligamentos, cartilagem) e avaliação conjunta multiplanar sem radiação ionizante, contribuiu para a sua popularidade nas últimas décadas. No entanto, os estudos "tradicionais" de ressonância magnética fornecem avaliação estática, necessitando assim de uma correlação cuidadosa com os achados clínicos, particularmente quando se trata da estabilidade funcional do ligamento. Este trabalho tem como objetivo descrever as características mais importantes dos estudos atuais de ressonância magnética ao lidar com lesões dos ligamentos cruzados anteriores, apresentando também as possibilidades evolutivas da avaliação dinâmica e objetiva da instabilidade do joelho por RM.